O Verdadeiro Impacto do ADN no Envelhecimento da Pele

Genética versus cuidados, qual deles tem o maior impacto na nossa pele? Falámos com a nossa Especialista de Cuidados do Rosto, Melina Galeadi para saber!

O que é o ADN?
De forma simples: o ADN transporta toda a informação que nos torna únicos. Herdamos esta informação de ambos os nossos pais biológicos, pelo que o seu ADN – os seus genes – é apenas seu. Bem, a menos que tenha um irmão gémeo!

Se os nossos genes determinam as nossas características físicas – a cor do nosso cabelo, altura, estatura – seguramente que será o mais responsável na forma como a pele envelhece, certo?
Estudos recentes mostram que apesar dos genes terem um papel na forma como envelhece, o mais importante – na realidade até 80% - é determinado pelas nossas escolhas pessoais e fatores ambientais. Quando digo escolhas pessoais, refirmo-nos a dormir bem, a fazer uma alimentação saudável e a beber água suficiente – entre outros. Fatores ambientais incluem exposição solar, tabaco, poluição e trabalhar em locais fechados muito secos.

Uau! Porque são estes fatores ambientais tão maus para a pele?
Principalmente porque causam a oxidação das células cutâneas.

Quando o oxigénio é metabolizado no nosso corpo, ele cria radicais livres, que danificam as nossas células. Ter alguns radicais livres no corpo é na verdade algo bom – necessitamos deles para que o nosso sistema funcione adequadamente. Contudo, um excesso de radicais livres está ligado a doenças, tais como doenças cardíacas e do fígado, bem como algumas formas de cancro. Os radicais livres também afetam a qualidade da nossa pele, ao acelerar o processo de envelhecimento. O stress, tabaco, álcool, luz solar e poluição são todos culpados!

Porque é que o sol é mau para a pele?
A exposição solar excessiva tem um número de efeitos secundários negativos – sendo o cancro da pele o pior. Os raios UV causam manchas que levam à descoloração da pele, e a destruição de elastina e colagénio levam às rugas e flacidez.

Mas tenho a adicionar – um pouco de sol também é bom! A vitamina D é criada com a exposição solar e necessária para ajudar o nossos corpo a absorver o cálcio, contribuindo para ossos mais fortes e sistema imunitário mais saudável. A vitamina D é também conhecida como a vitamina da “felicidade”. Estar até 10 minutos por dia, dependendo da estação do ano e latitude, é o suficiente para produzir vitamina D e proporcionar os seus benefícios ao corpo.

O que se pode fazer para prevenir o envelhecimento precoce da pele?
Pense no interior e exterior. Evite a exposição solar excessiva, hidrate-se bem, tenha uma alimentação saudável e invista numa rotina diária de cuidados do rosto, que mantém a pele livre de impurezas e forneça poderosos ativos, que abrandem o processo de envelhecimento.

Quando é que é demasiado tarde para começar a cuidar do rosto?
Nunca é tarde para investir em bons produtos. Com o aumento dos danos causados pela exposição solar excessiva, a maior parte dos danos é feita até aos 20 anos. No entanto, poderá sempre melhorar a condição da pele, investindo numa boa rotina de cuidados do rosto.


Texto:

Produtos deste editorial

Artigos Relacionados